Segundo a AGU, comprovante provisório de conclusão de pós pode ser utilizado para obter gratificação

Com o Parecer 00001/2019/CPASP/CGU/AGU a Advocacia-Geral da União recuperou o bom senso segundo o qual o comprovante provisório de conclusão de pós pode ser utilizado para obter gratificação: aqui e aqui.

Bom senso que a SindUnivasf esbanjava desde a assembleia de JULHO de 2017, esplendidamente defendido e acatado pelo Desembargador do TRF da 5ª Região em NOVEMBRO daquele ano. Relembremos nosso parecer: Para além do diploma: tese da SindUnivasf é acatada por Desembargador do TRF da 5º Região.

Aguardamos as providências administrativas da UNIVASF. Enquanto isso, orientamos todas/os docentes que concluírem seus mestrados ou doutorados a dar entrada em seus processos junto à CPPD, para que fiquem registradas suas demandas funcionais.

Essa é mais uma esplêndida demonstração de que a “justiça” é um domínio a ser disputado. E que não raro, ela poderá se encontrar mais próxima de uma pequena sede sindical do que da grande administração da Justiça.

Saudações sindicais,

Adalton Marques
Presidente da SindUnivasf

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: