22 de Março: dia nacional de luta em defesa da Previdência

No dia 22/3 teremos o primeiro grande dia nacional de lutas e paralisações contra a Reforma da Previdência, para mostrar ao governo Bolsonaro que não vamos aceitar o ataque às aposentadorias e aos direitos previdenciários dos trabalhadores brasileiros.

A data está sendo convocada unitariamente por todas as centrais sindicais: Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Intersindical Luta e Organização, CSP-Conlutas, Intersindical-Central da Classe Trabalhadora, Central Geral de Trabalhadores do Brasil (CGTB) e Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST). E também pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo.

Porque sair às ruas?

Assim como outros governos, Bolsonaro quer impor aos trabalhadores que paguem a conta da “crise” e garantam os lucros e boa vida dos banqueiros, empresários e políticos.

Não podemos permitir!

Tempo mínimo de contribuição subir para 40 anos, quando muitos trabalham sem carteira assinada, é fazer com que homens e mulheres morram sem conseguir se aposentar.

Idade mínima de 65 (homens) e 62 (mulheres) é cruel num país em que muitos começam a trabalhar tão cedo e em péssimas condições de trabalho.

400 reais de BPC (Benefício de Prestação Continuada) para pessoas de baixa renda e para pessoas com deficiência significa deixá-los na miséria absoluta.

Restringir direitos previdenciários, como auxílio doença, acidente de trabalho e licença-maternidade é desumano.

Além disso, querem privatizar a previdência por meio do chamado sistema de capitalização.

As propostas de Bolsonaro podem acabar com as aposentadorias e direitos dos trabalhadores. Mas, atenção: não atacam as aposentadorias milionárias de militares, juízes e políticos, nem os patrões que sonegam o INSS e devem mais de R$ 450 bilhões.

A “nova previdência” também privilegiará as instituições financeiras, por meio da privatização da previdência e do desvio de verbas das aposentadorias para pagar a tal da dívida pública aos banqueiros.

É a gente que vai sustentar a aposentadoria dos de cima, enquanto aqui em baixo ficamos sem nada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: