Direitos Indígenas em debate na Univasf: o fenômeno da violência nas reservas Kaiowá e Guarani, entre corpo e parentesco

O “KRISIS – Laboratório de Antropologia, Política e Filosofia” receberá o pesquisador Bruno Martins Morais (graduado em Direito e mestre em Antropologia Social, ambos pela USP, além de assessor jurídico do Centro de Trabalho Indigenista e da Comissão Guarani Yvyrupa) nesta sexta-feira, dia 22/09, às 17h, na sala 41 do Prédio dos Colegiados/ Biblioteca (Univasf, campus Juazeiro), para proferir a palestra “Nandi verá, ‘completamente vazio’: notas exploratórias sobre o fenômeno da violência nas reservas Kaiowá e Guarani, entre corpo e parentesco”.

Será uma oportunidade para conhecer um trabalho profissional engajado que traz o ponto de vista de atuação com esses povos acerca da violência sofrida nas superlotadas reservas indígenas no cone-sul do estado do Mato Grosso do Sul, onde os índices de homicídios são comparáveis às de guerras civis e as ocorrências de suicídios por habitante muitas vezes maior do que o critério para constatação de epidemias.

 

Encontros do Krisis - Bruno Martins Morais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: