MANDELA: O Caminho para a Liberdade (2013) – sábado, 12/11, 17h30.

O tradicional Ciclo de Cinema que aquece os motores do Mês das Consciências Negras (MCN) está de volta.
Em sua sétima edição, o homenageado neste ano, após a homenagem ao colossal Zózimo Bulbul, é ninguém mais e ninguém menos do que Nelson Mandela (1918-2013), uma das maiores lideranças políticas do século no mundo e na África.
O primeiro filme a ser tratado, “Mandela: longo caminho para a liberdade” bem que poderia se chamar “Winnie e Nelson”. Não haveria o Nelson que conhecemos sem o longo caminho percorrido por Winnie Mandela enquanto Nelson esteve preso pelo regime supremacista branco do apartheid da África do Sul.
Há que se considerar inclusive tanto suas interseções como as diferenças de projeto e leitura política sobre o futuro da África do Sul no filme, tratado com muita maturidade e sem rodeios. Filme dramático, de interpretações e fotografias belíssimas que valem por si mesmas, será uma película a lançar luzes interessantes sobre as relações raciais no Brasil, que se costuma colocar como duas situações muito diferentes.
Mas, depois de assistir a película, nossa empatia se dará apenas com Nelson Mandela ou com os Mandelas? Com Nelson ou com as mulheres e os homens negros da África do Sul? Bom filme.
Quando: sábado, 12/11/2016, 17:30.
Onde: Prédio de Artes Visuais, no hall.
ABAIXO, A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DOS FILMES
1ª parte – MOSTRA DE FILMES: MANDELA
12/11, 17h30 (sábado) – Sessão Debate “Mandela: O Caminho para a Liberdade” (2013), duração 2h19min.
19/11,17h30 (sábado) Sessão “Mandela: Luta pela Liberdade” (2007), duração 1h39min.
26/11,17h30 (sábado) Sessão “Invictus” (2009), duração 2h14min
PÚBLICO-ALVO: Estudantes e professores de todos os níveis de ensino, movimentos sociais negros, movimentos sociais em geral, sociedade e imprensa.

RESUMO: O Mês das Consciências Negras (MCN) se constitui em uma iniciativa do Observatório de Estudos em Educação, Trabalho e Cultura e do NEAFRAR que nas seis primeiras edições tem realizado uma série de atividades com parceiros dos movimentos sociais e da UNIVASF no sentido de promoção do conhecimento da história e cultura negra e africana na região em suas dimensões históricas, políticas e artísticas. Todas as edições vêm se pautando pela usual apresentação de mesas redondas, mas também por atividades artísticas que perpassam a poesia, o cinema, as artes plásticas, etc. A ideia de consciências negras no título visa demarcar a pluralidade, a riqueza e a complexidade das experiências e vivências de ser negro no Brasil e na região de atuação da UNIVASF em particular. A partir de 2016, o MCN passa a ser atividade realizada também pela reitoria da UNIVASF e pela Pró-Reitoria de Extensão.

APOIO: SINDUNIVASF e MAV (Movimentos Antirracistas do Vale).

logo-etc-marca-2014

neafrar-logo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: